30 de abril de 2018
Por: Comunicação


arte mini - chapas

Acontecem na noite desta segunda-feira (30/04), as eleições para a Direção Nacional (DN) do SINASEFE, gestão 2018-2020. Também nesta data serão escolhidos os membros do Conselho Fiscal e do Conselho de Ética do SINASEFE. Confira, em linhas gerais, o que as chapas propõem.

Chapa Inconfidentes avançando na luta classista

Autonomia e independência

O SINASEFE deve atuar com plena liberdade. Isso significa, em primeiro lugar, afirmar nossa independência frente aos patrões e a qualquer governo. Reconhecemos a importância dos partidos políticos de esquerda, mas também reivindicamos autonomia para representar a base sem servir como mera correia de transmissão de políticas externas.

Classismo

A política do SINASEFE deve se orientar pela defesa da classe trabalhadora. Isso significa atuar em articulação com outros sindicatos, centrais e movimentos sociais para encaminhamento das lutas gerais dos trabalhadores. Por isso, vemos como fundamental a participação do nosso sindicato na CSP-Conlutas.

Democracia sindical

Repudiamos grupos que buscam se impor sobre o sindicato através da burocratização, despolitização, moralismos e ataques pessoais. As instâncias do sindicato devem ser politicamente plurais e garantir a participação de mulheres, negros, LGBTT e todos os grupos historicamente segregados.

Conheça aqui os 27 inscritos na chapa!

Chapa Sonhar e lutar

O SINASEFE deve estar na linha de frente em defesa da construção de uma ampla frente de resistência aos ataques do governo aos direitos dxs trabalhadorxs e às liberdades democráticas.

O SINASEFE deve desenvolver uma ampla campanha em defesa da Rede Federal de Educação, denunciando manobras de desmonte como por exemplo o reordenamento dos campi, bem como os cortes de verbas.

O SINASEFE deve pressionar o Conif para realização de um grande seminário nacional para discutir as distintas leituras dos direitos dxs trabalhadorxs (sic). Não podemos aceitar que direitos reconhecidos em uma unidade da rede sejam desprezados em outra.

Conheça aqui os 27 inscritos na chapa!

Chapa Firmes na luta

A chapa tem por orientação política a independência e autonomia dos trabalhadores, entende que a nova DN deve pautar suas ações com base em três eixos:

  • Luta e mobilização: atuar com a base contra os atuais ataques (reforma trabalhista, do ensino médio, reordenanento etc);
  • Formação política: foco nos ataques utilizando diversos meios (intervenções culturais, cursos e seminários) aos trabalhadores e estudantes;
  • Campanha de luta e esclarecimento permanente em defesa da rede federal e contra as recentes propostas de reordenamento, dialogando com estudantes e outros trabalhadores.

 

Enfim, os Firmes defendem a construção de um plano de ações para a direção nacional baseado na concepção de educação da perspectiva da classe trabalhadora, em consonância com outras entidades, sindicatos e, principalmente, em diálogo permanente com a base, a fim de construir resistência sólida aos ataques do grande capital e do Estado brasileiro.

Conheça aqui os 27 inscritos na chapa!

Chapa Sinasefe independente, democrático e de lutas

Para agregarmos os valores da democracia, solidariedade, ética, independência e luta, estendemos o convite para unirem-se às nossas causas. Precisamos superar divergências e compreender que nosso inimigo é aquele que nos oprime e retira direitos. Nossos princípios estão ancorados na defesa da Democracia; na luta contra o Golpe; na luta contra as perseguições e prisões políticas – incluindo Lula Livre. Precisamos garantir a nossa autonomia e identidade. Não podemos continuar sendo instrumentalizados por uma Central ou por agrupamento político.

Nossos planos enfatizam a retomada dos encontros regionais; realização dos GTs em caráter permanente; encontro anual de mulheres; Escola de Formação do SINASEFE; maior frequência das plenas do SINASEFE; valorização de nossa carreira com destaque para a política salarial e a luta contra o Funpresp e as ameaças da Reforma da Previdência. “Por um mundo onde sejamos socialmente iguais, humanamente diferentes e totalmente livres” (Rosa Luxemburgo).

Conheça aqui os 27 inscritos na chapa!

Chapa Em defesa da unidade da classe trabalhadora

Compreendemos que entre todos e todas ativistas que atuam no SINASEFE existem vários posicionamentos em relação aos governos Lula e Dilma no que tange às escolhas políticas dos mesmos sobre as eleições de 2018 mas, um ponto é consenso, e tornou-se uma bandeira de unidade: “A luta contra medidas autoritárias e as restrições aos poucos espaços de democracia em nosso país” e, é nessa perspectiva, que a chapa “Em defesa da unidade da classe trabalhadora” vem apresentar como eixos principais da sua plataforma a defesa de um Estado Democrático de Direito, Unidade de atuação, contra o fisiologismo, burocratização e sectarismo, por um sindicato de luta e classista e em defesa da rede federal de educação profissional, contra os cortes, reordenamento e do ensino médio.

Conheça aqui os 27 inscritos na chapa!

Sobre o Congresso

O 32º CONSINASEFE começou em 28 de abril e irá até 1º de maio, em Brasília-DF, tendo como tema “Unificar a Luta da Classe Trabalhadora Contra os Ataques do Capital”. O fórum possui caráter eleitoral e elegerá os membros da Direção Nacional (DN) e do Conselho Fiscal (CF) para o biênio 2018-2020.

Conteúdo relacionado

Índice de notícias do 32º CONSINASEFE

Fonte: Sinasefe.

107 View