26 de agosto de 2013
Por: Comunicação


De acordo com a legislação, todos os servidores estão amparados para ir às ruas e aderir às manifestações por um País melhor e uma Educação pública de qualidade

A Assembleia geral do Sinasefe Seção Ifes, realizada na tarde desta segunda-feira, 26/08/2013, no campus Vitória, aprovou a participação dos servidores do Ifes na paralisação nacional que ocorrerá neta sexta-feira, 30/08/2013. A manifestação está sendo organizada por centrais sindicais como a CSP-Conlutas, CUT (por meio da ala esquerdista intitulada “A CUT pode mais”), UGT, Força Sindical, NCST, CTB, CSB, CGTB e pela Condsef (Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal, que reúne 31 entidades sindicais). O objetivo é expor à sociedade brasileira algumas reivindicações históricas dos movimentos trabalhistas, que sempre estiveram acordados e desde 1858 lutam por direitos sociais, políticos e civis, por distribuição de renda e por justiça social:

– Melhoria da qualidade e diminuição do preço dos transportes coletivos;
– 10% do PIB para a educação pública;
– 10% do orçamento para a saúde pública;
– Fim dos leilões das reservas de petróleo;
– Fim do fator previdenciário e aumento do valor das aposentadorias;
– Redução da jornada de trabalho;
– Contra o PL 4330 (terceirizações);
– Reforma agrária;
– Salário para homens e mulheres que desempenham trabalho igual.

Para os campi situados em municípios nos quais não haverá mobilização de rua, a Assembleia geral indicou que coordenadores locais, sindicalizados e servidores em geral dediquem o dia 30/08/2013 ao debate sobre os impactos destes pontos de pauta na vida presente e futura dos trabalhadores da educação federal.

Desde 2011 o mundo tem vivido uma ebulição política e social. Nos últimos dois anos, países como Espanha, Portugal, Grécia, Chile, Egito e EUA foram palco de imensas manifestações populares. Junho de 2013 foi a vez do Brasil. Historicamente, a construção da democracia no Brasil tem sido garantida pela manifestação ostensiva dos movimentos sindicais, estudantis e sociais em geral. É por meio de mobilizações que a classe trabalhadora conquista os direitos que constantemente são negados pelas elites econômicas e políticas que gerem o sistema capitalista, baseado na exploração do trabalho e da natureza.

Portanto, nesta sexta-feira, 30/08/2013, todos às ruas!

Neste dia 27/08/2013, após a reunião do Fórum Cidade Campo, responsável pela definição das atividades das manifestações, o Sinasefe Seção Ifes informará os detalhes do ato a seus sindicalizados.

705 View