16 de maio de 2017
Por: Comunicação


Ato acontece no dia 24 de maio. Os interessados em fortalecer a luta devem enviar e-mail para o sindicato até esta quinta-feira, 18, às 16 horas

24maiosite1

A categoria do Sinasefe Seção Ifes aprovou na tarde desta terça-feira, 16, a ida de uma caravana do Estado a Brasília, para fortalecer o ato #OcupeBrasília, que acontecerá no próximo dia 24. A aprovação aconteceu em assembleia realizada pelo sindicato no Teatro do Ifes, em Jucutuquara, em Vitória.

O #OcupeBrasília foi convocado pelas principais Centrais Sindicais brasileiras para reforçar a luta contra as reformas propostas pelo governo Temer.

Os interessados em participar da caravana devem enviar um e-mail para contato@sinasefeifes.org.br informando o nome completo, o número da carteira de identidade, do cadastro de pessoa física (CPF) e de um telefone para contato. O prazo para inscrição vai até esta quinta-feira, 18, às 16 horas.

Após esse prazo, as vagas que não estiverem preenchidas no ônibus serão destinadas a estudantes e militantes de movimentos populares que também estão na luta contra os ataques à classe trabalhadora promovidos pelo governo Temer.

O ônibus saíra de Vitória no dia 23 de maio, às 09 horas da manhã, e retornará no dia 24 de maio, após o ato.

O representante da Frente Estadual em Defesa da Previdência Social, dos Direitos Trabalhistas e Serviços Públicos Laureni França esteve presente na assembleia e destacou que movimentos sindicais, sociais e estudantis de todo o Brasil estão se mobilizando para realizar este novo enfrentamento contra as reformas da Previdência (PEC 287/2016), Trabalhista (PLC 38/2017) e também contra a terceirização sem limites (Lei 13.429/2017). Mas Laureni ressaltou que muitos sindicatos e movimentos do Espírito Santo não possuem condições de enviar um ônibus a Brasília. Portanto, solicitou que as pessoas que saibam de vagas em aberto para o ato que compartilhem as informações umas com as outras.

“Este ano não será fácil para nós e dia 24 é a nossa próxima fase. Precisamos colocar o povo no ato para que possamos pressionar esse governo contra essas medidas”, avaliou Laureni.

Trabalhista e Previdência

As reformas Trabalhista (PLC 38/2017) e da Previdência (PEC 287/2016) propostas pelo governo Temer e em tramitação no Congresso atingem principalmente a classe trabalhadora, seja funcionário público ou da iniciativa privada.

A reforma da Previdência visa dificultar a aposentadoria de brasileiras e brasileiros aumentado a idade mínima para 65 anos, no caso dos homens, e 62 anos, no caso das mulheres.

Já a reforma Trabalhista vem acompanhada de um discurso que tenta convencer que as mudanças reduzirão o desemprego, que já atinge mais de 14 milhões de pessoas. “Mas o que vemos é uma proposta de flexibilização que vai fazer com que as empresas exijam mais horas de trabalho dos trabalhadores, contratando menos gente e com salários menores”, alertou o coordenador do Sinasefe Seção Ifes Aliomar da Silva.

324 View