21 de junho de 2017
Por: Comunicação


Assembleia geral também elegeu um delegado e dois observadores para a 150ª Plenária do Sinasefe

A categoria aprovou em assembleia geral do Sinasefe Seção Ifes a adesão à #GreveGeral do dia 30 de junho. O movimento é mais uma batalha na luta contra os ataques do Governo Temer, e de seus aliados no Congresso Nacional, aos direitos da classe trabalhadora e contra o desmonte dos serviços públicos.

A reunião foi realizada na manhã desta quarta-feira, 21, no Teatro do Ifes campus Vitória, no bairro Jucutuquara, em Vitória.

sinasefe_ifes_assembleia_geral_21_julho

Após a primeira Greve Geral, que acorreu no dia 28 de abril e contou com a adesão do Sinasefe Seção Ifes, o cenário político é outro. O governo de Michel Temer não trabalha mais com tanta facilidade depois da delação da JBS, áudios e vídeos colocaram o presidente do país no centro da crise com robustas provas que apontam para o seu envolvimento em atos de corrupção.

O ato Ocupa Brasília mostrou o método de “diálogo” do governo com os trabalhadores. Por meio da violência e da repressão da Polícia Militar e do envio de militares ao Distrito Federal, através do decreto de Garantia da Lei e Ordem (GLO).

A pressão da classe trabalhadora e as denúncias de tentativa de obstrução da Justiça, por parte de Joesley Batista (um dos proprietários da JBS), contra o presidente em exercício, balançaram o placar de votos para as aprovações das reformas Trabalhista (que segue no Senado) e da Previdência (que segue na Câmara Federal).

O enfraquecimento do governo ficou marcado nessa terça-feira, 20, com a rejeição do texto da Reforma Trabalhista, na Comissão de Assuntos Sociais (CAS), do Senado – por um placar de 10 votos contra e 9 votos a favor.

O coordenador-geral do Sinasefe Seção Ifes Aliomar da Silva ressaltou aos participantes da assembleia a importância da participação da categoria no movimento.

sinasefe_ifes_assembleia_geral_21_julho_2

“Nós participamos do ato da Greve Geral, do dia 28 de abril, e fomos à Brasília, na marcha que reuniu quase 200 mil pessoas, no dia 24 de maio. Agora precisamos, mais uma vez, junto com a Frente Estadual e outros sindicatos, construir esse movimento no estado, no próximo dia 30 de junho”, disse.

Aliomar também informou que a Frente Estadual em Defesa da Previdência Social, dos Direitos Trabalhistas e Serviços Públicos, entidade da qual o sindicato faz parte, realizou uma panfletagem nessa terça-feira, 21, nos terminais de transporte coletivo da Grande Vitória. O objetivo é alertar a população sobre os prejuízos das reformas.

Nesta quarta-feira, 21, o sindicato vai se reunir com centrais sindicais e, na quinta-feira, 22, com outros sindicatos para definir os rumos do movimento.

150º Plena e informes

DSC02967

A assembleia também elegeu um delegado e dois observadores para representarem o Sindicato na 150º Plenária do Sinasefe, que acontecerá nos dias 8 e 9 de julho, em Brasília.

O servidor Julio Cesar Bello foi eleito como delegado. A servidora Cristina Mota Damasceno e o servidor Roberto Wallace Viana serão os observadores.

As deliberações e a participação da delegação do Sinasefe Seção Ifes no 31º Consinasefe foram pautas dos informes, além dos informes setoriais da CSP-Conlutas com orientações sobre os próximos passos rumo à Greve Geral.

719 View