23 de agosto de 2012
Por: Haroldo Lima


Financiamento da educação pública vai ser analisado a partir do investimento do governo em educação, levando em consideração os números do Ministério do Planejamento e da Auditoria Cidadã da Dívida.

O Comando Unificado de Greve (Ifes, Ufes e DCE) realiza na próxima terça-feira, 28, um aulão público na escadaria da Assembleia Legislativa do Espírito Santo, a partir das 17h. O modelo de financiamento da educação pública adotado pelo governo é o tema do aulão. Os professores vão analisar o investimento em educação a partir das ações do governo nos últimos anos e da previsão orçamentária para 2013. O financiamento da educação vai ser analisado a partir dos números disponibilizados pelo Ministério do Planejamento e Gestão em oposição aos fornecidos pela Auditoria Cidadã da Dívida, com o objetivo de comparar o nível de investimento nos serviços públicos e o gasto pelo governo para honrar os compromissos com a dívida interna.

SERVIDORES REJEITAM A PROPOSTA DO GOVERNO E MANTÊM GREVE NO IFES

Os servidores do Ifes rejeitaram a proposta apresentada pelo governo aos TAE (técnico-administrativos) na última quarta-feira, 15, em assembleia realizada na tarde de ontem, 20, no Ifes Vitória. A categoria também votou pela não assinatura dos acordos propostos pelo Ministério do Planejamento e Gestão para os técnico-administrativos e docentes. A próxima assembleia dos servidores acontece na segunda-feira, 27, quando o movimento completa três meses no Ifes.

De acordo com os informes fornecidos pela base, o quadro de greve no Ifes se mantém: dos 14 campi do Ifes representados pelo Sinasefe, doze possuem servidores em greve. No total, cerca de 60% dos servidores do Instituto Federal estão parados.

As deliberações da assembleia vão ser encaminhadas à 113ª Plena do Sinasefe Nacional, que acontece em Brasília nos dias (22 e 23) próximas quarta e quinta-feira.

392 View