7 de fevereiro de 2013
Por: Haroldo Lima


Em fevereiro começam os preparativos para a luta de 2013 dos servidores públicos federais e para a Marcha a Brasília, do dia 24 de abril. O Sinasefe, como integrante do Fórum das Entidades dos Servidores Públicos Federais convida todos os filiados a comparecerem ao lançamento da Campanha Salarial 2013 e para participarem do Seminário sobre Negociação Coletiva e Direito de Greve, que acontecerão ainda neste mês, na Esplanada dos Ministérios.

A campanha salarial será lançada no dia 20 de fevereiro. Na ocasião, será realizado um ato político em frente ao Ministério de Planejamento, Orçamento e Gestão – MPOG cujo objetivo será o de cobrar uma audiência com os gestores do ministério para exigir o início das negociações da pauta de reivindicações, protocolada em janeiro.

Um dia antes do lançamento da campanha, 19 de fevereiro, haverá o Seminário sobre Negociação Coletiva e Direito de Greve voltado para todas as esferas do funcionalismo federal.

Pela manhã, o evento contará com apresentação de painel sobre Negociação Coletiva, cujos convidados são os representantes do DIEESE, DIAP e AGU. À tarde, o seminário discutirá o Direito de Greve, com apresentação de painel das Centrais Sindicais. A CSP-Conlutas comporá a mesa junto a outras entidades. Em ambas as mesas de debates, haverá espaço para o plenário explanar suas opiniões sobre os respectivos temas. O Seminário será realizado no auditório Nereu Ramos, na Câmara dos Deputados.

O membro da Secretaria Executiva Nacional da CSP-Conlutas, Paulo Barela, ressalta a importância de se organizar uma campanha forte em defesa do direito de greve para mostrar aos governantes a força dos servidores. Quanto ao seminário, Barela esclarece que servirá para preparar os trabalhadores contra os ataques que o governo Dilma pretende disparar, além de ser o momento propício para começar a unir os trabalhadores para a Marcha a Brasília em abril, que na oportunidade defenderá as seguintes bandeiras de luta: Pela anulação da Reforma da Previdência de 2003 (também Fórmula 85/95) e pelo combate ao Acordo Coletivo Especial – ACE, entre outas.

Fonte|: Sinasefe Nacional.

273 View