22 de setembro de 2017
Por: Comunicação


A Fasubra aprovou em Plenária Nacional, realizada nos dias 16 e 17 de setembro, o indicativo de greve por tempo indeterminado a partir do dia 23 de outubro

21752295_955054061302510_2273865697089812520_n

Em sua última Plenária Nacional, realizada nos dias 16 e 17 de setembro, os companheiros da Fasubra aprovaram indicativo de greve por tempo indeterminado a partir do dia 23 de outubro. Os companheiros informam, ainda, que a data pode ser alterada, se for o caso, para unificar a luta com outros sindicatos.

Também de acordo com os companheiros da Fasubra, a possível greve deve se centrar na luta contra a Reforma da Previdência e a proposta do governo Temer de reestruturar as carreiras do Executivo Federal – além de outras medidas do governo golpista igualmente nefastas para o funcionalismo público e a classe trabalhadora.

Diante disso, a Direção Nacional (DN) do SINASEFE indica às seções sindicais que discutam em suas assembleias de base, de forma mais aprofundada possível, as medidas do governo Temer contra a Educação, contra o funcionalismo público e contra a classe trabalhadora, tais como o corte de verbas, a suspensão dos reajustes, as perseguições políticas, a Reforma da Previdência, o pacote de reestruturação das carreiras etc. Sabemos todos nós da gravidade dos ataques que se abatem sobre nossas vidas e exatamente por isso precisamos atuar para que essa discussão seja feita o mais amplamente possível.

Pedimos que os dirigentes das seções avaliem as formas de lutas possíveis e a disposição da categoria (a presença nas assembleias pode ser um indicativo) para uma luta mais radicalizada em conjunto com nossos companheiros da Fasubra.

Fora Temer! Nenhum direito a menos!

DN do SINASEFE

Conteúdo relacionado

Fonte: Sinasefe.

325 View