26 de março de 2012
Por: Haroldo Lima


Na assembleia do dia 13 de fevereiro, servidores formalizaram proposta alternativa à da reitoria

Na última assembleia geral dos servidores do Ifes, realizada pelo Sinasefe Seção Ifes no dia 13 de fevereiro, no Teatro do campus Vitória, a categoria formulou uma proposta de alteração da Resolução 32/2008 alternativa à proposta da reitoria. A proposta deve ser enviada pelos servidores pelo e-mail proreitoriaensino@ifes.edu.br à Secretaria do Conselho de Ensino, Pesquisa, Pós-Graduação e Extensão (CEPE), até o dia 31 de março, para ser considerada como sugestão.

Baixe a proposta da categoria para enviar ou copie o link (http://bit.ly/GT3APa) para o corpo do email antes de enviar para o proreitoriaensino@ifes.edu.br. No campo assunto, do e-mail, escreva Sugestão Resolução 32/2008.

“O Sinasefe Seção Ifes protocolou a proposta da categoria no começo de março, mas é imprescindível que a categoria mostre o que ela quer envindo o email como sugestão, como fez comparecendo à assembleia geral para formular a proposta”, afirma o coordenador do Sindicato Adolfo Oleare.

A proposta da categoria explicita a importância do tempo de planejamento de atividades para garantir a qualidade do ensino.  O documento formulado na assembleia propõe o estabelecimento de noventa minutos de planejamento para cada sessenta de sala de aula nos ensinos médio, técnico e superior; a atribuição de no mínimo quatro horas de atividades em sala de aula para servidores em função gratificada e liberação parcial da carga horária para diretores titulares do sindicato.

Assembleia de 27 de janeiro rejeitou a proposta da reitoria

Os servidores repudiaram a proposta da reitoria em assembleia realizada no dia 27 de janeiro. Na mesma assembleia os servidores agendaram reuniões de formulação de proposta, paralisação e assembleia no dia 13 de fevereiro, para discussão e a criação da proposta dos servidores.

Maxwell Monteiro, coordenador do Sinasefe Seção Ifes esclarece que “ao rejeitar a minuta proposta pela reitoria, os servidores sinalizaram que não estão dispostos(as) a abrir mão de direitos conquistados e que só vão mexer na carga horária com o objetivo  garantir a qualidade do ensino nos Ifes e a saúde do trabalhador”.

O Sindicato vai acompanhar a análise e discussão da proposta nas próximas reuniões do CEPE e vai mobilizar a categoria caso a vontade dos servidores não seja considerada.

461 View