27 de junho de 2012
Por: Haroldo Lima


Levantamento do Andes-SN e Sinasefe Nacional aponta 95% das  Instituições Federais de Ensino  paralisadas

Os servidores do Ifes deflagraram na manhã desta quarta-feira, 27, a greve geral unificada da educação por tempo indeterminado. No Espírito Santo, o quadro de greve é favorável à luta pela valorização da educação e do servidor público, com adesão de 12 dos 14 campi ligados à Seção Ifes do Sinasefe ao movimento paredista. Durante a tarde, o Comando Geral de Greve  (CGG) se reuniu para planejar ações do movimento.

A greve foi aprovada na última quinta-feira, 21, em assembleia geral da categoria no Campus Vitória, a partir da análise de conjuntura da assembleia, que levou em consideração a mobilização nacional dos servidores no maior movimento unificado pela educação pública em 10 anos. Até agora, de acordo com informações apuradas hoje pelo Andes-SN e Sinasefe Nacional, 95% das Instituições Federais de Ensino Superior (Ifes) estão paralisadas.

Os servidores reivindicam reestruturação das carreiras, reajuste de 22,08%, estabelecimento de uma data-base para negociação, recomposição das perdas salariais anuais, estabelecimento de relações de trabalho democráticas, modificações na MP 568/2012, contra a previdência complementar e qualquer reforma que suprima direitos dos trabalhadores.  As pautas locais estão sendo sistematizadas pelos servidores dos campi do Instituto que aderiram à greve e vão ser condensadas na próxima assembleia geral da categoria, marcada para o dia 6 de julho.

Comando Geral de Greve se reuniu nesta quarta-feira

Durante a tarde, o Comando Geral de Greve se reuniu na sede da Seção Ifes para articular ações de mobilização para o movimento paredista. O CGG discutiu a mobilização nos campi, agendou a primeira assembleia extraordinária da mobilização de greve, deliberou pela adesão ao Comando de Greve Unificado da Ufes (Docentes, Estudantes e TA’s), decidiu também realizar uma caravana de mobilização dos servidores nos campi do Instituto. O calendário da caravana vai ser divulgado no final da tarde de quinta, 28.

O Comando Geral de Greve foi eleito na assembleia geral que decidiu pela greve e é composto por servidores da base do Sindicato, apoiado pela coordenação do Sinasefe.

349 View