30 de agosto de 2018
Por: Comunicação


Sinasefe Ifes convida a categoria a participar dessa manifestação que lutará contra a desigualdade social e suas consequências

“Vida em Primeiro Lugar! Desigualdade Gera Violência: Basta de Privilégios!”. Esse é o tema do Grito dos Excluídos 2018.

E o tem tudo a ver com a realidade. Em 2017, as pessoas que compuseram o grupo do 1% mais rico da população brasileira obteve rendimento médio mensal de R$ 27.213,00, enquanto a metade mais pobre da população chegou à marca de R$ 754,00 por mês. A desigualdade social entre os grupos chega a 36,1 vezes, entretanto, quando se separa por região, no Nordeste, a diferença chega a 44,9 vezes.

Esses números fazem parte da Pnad Contínua elaborada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) que também revelou mais detalhes da desigualdade social. Ainda segundo o estudo, os 10% da população com os maiores rendimentos detinham 43,3% da massa de rendimentos do País, enquanto que na outra ponta, dos 10% com os menores salários contavam apenas com 0,7% da massa.

38714292_669575513424602_572719934572855296_o

Por um Brasil mais justo

O Sinasefe Seção Ifes convoca toda a categoria a participar da atividade e a fortalecer a luta que reivindicará um Brasil mais justo. “Precisamos lutar pelos interesses da classe trabalhadora, não dos banqueiros e dos grandes empresários, que lucram às custas dos trabalhadores e das trabalhadoras”, defendeu a coordenadora geral do Sinasefe Seção Ifes Lucia Helena Pazzini de Souza.

Ela também destacou que a luta será importante contra os ataques do governo aos direitos dos/as trabalhadores/as e contra a precarização e a privatização dos serviços públicos. “A justificativa dos cortes no orçamento, nas áreas fundamentais para a população brasileira e reformas é a dívida pública, que é uma falácia. Mas enquanto cortam da Saúde, Educação, Segurança, legislam em causa própria, reajustando os próprios salários em 16,38%”.

O Grito dos Excluídos 2018 é organizado por pastorais sociais, movimentos sociais, sindicais e populares e coletivos de juventude.

A 24ª edição da manifestação acontecerá no dia 7 de setembro, sexta-feira. A concentração será a partir das 8 horas, na Praça de Riviera da Barra, em Terra Vermelha, no município de Vila Velha.

Clique aqui e saiba mais sobre o evento.

156 View