30 de outubro de 2012
Por: Haroldo Lima


Reunião aconteceu na última segunda-feira, 29, na sede do Seção Ifes, em Vitória. 

O Grupo de Trabalho Carreira (PCCTAE) se reuniu pela segunda vez na segunda-feira, 29, para dar continuidade aos debates sobre o Plano de Carreira dos Cargos Técnico-Administrativos em Educação. A reunião procurou estabelecer uma “concepção” para a terceirização nos Institutos Federais, a ser defendida no próximo encontro do Grupo de Trabalho Nacional, que também vai discutir o tema.

De acordo com Samanta Maciel, coordenadora do Sinasefe, membro do GT local e representante dos servidores no GT Nacional, “o grupo entendeu que precisamos encontrar um conceito claro para a terceirização para iniciar a discussão nacional.”  Após a discussão, o grupo definiu que a terceirização deve ser uma exceção à regra (regra que seria a manutenção e expansão do quadro de servidores concursados).

“Os Institutos Federais têm aumentado os postos terceirizados ao invés de criar novas oportunidades para a carreira dos TAE. A situação é preocupante e deve ser discutida com a categoria”, enfatiza Maciel.

A discussão do GT Carreira local seria pautada na reunião do Grupo de Trabalho Nacional, agendada para esta terça-feira, 30, mas cancelado pelo Ministério do Planejamento e Gestão (MPOG) e da Educação na última sexta-feira, 26. O Sinasefe vai informar aos servidores a nova data da reunião assim que ela for agendada pela Nacional.

Aliomar da Silva, Campus Itapina, integrante da Comissão Nacional de Supervisão do PCCTAE (CNS), participou da reunião. Aliomar apresentou os trabalhos desenvolvidos pela CNS e falou sobre a importância da Comissão Interna de Supervisão (CIS) para garantir a discussão sobre o PCCTAE pela base.

Além de Aliomar da Silva e Samanta Maciel, participaram da reunião as servidoras Lúcia Helena Pazini e Maria Izabel Costa. As próximas reuniões locais do GT Carreira (PCCTAE) acontecem nos dias 26/11 e 17/12, na sede da Seção Ifes, em Vitória, a partir das 14h.

530 View