21 de fevereiro de 2013
Por: Haroldo Lima


A jornada de luta nos estados em defesa dos direitos dos trabalhadores, a marcha em Brasília no dia 24 de abril e o encontro internacional em Paris, sinalizam que esse ano de 2013 será marcado por muitas atividades. A primeira reunião da Coordenação Nacional da CSP-Conlutas, que acontece nesse final de semana, de 22 a 24 de fevereiro, em São Paulo, discutirá e fará o balanço de como estão sendo encaminhadas essas iniciativas. O objetivo será preparar os trabalhadores para esse calendário intenso de mobilizações.

O Encontro Internacional do Sindicalismo Alternativo, do qual a nossa Central faz parte da organização, será tema de pauta para o primeiro dia de Coordenação. A previsão é de que o evento tenha a representação de mais de 30 países da Europa, América, África e Ásia – entidades que vêm à frente das lutas em seus respectivos países. Como está a organização dessa atividade e o envio da delegação brasileira, estão entre os temas discutidos.

As mobilizações que já marcaram o ano de 2013, como a dos Metalúrgicos da GM, em São José (SP) e da Novelis, em Ouro Preto (MG), que estão luta contra demissões, também terão espaço de discussão na sexta-feira (22).

A jornada de lutas nos estados e a Marcha a Brasília, principais atividades da Central neste primeiro semestre, serão debatidos no segundo dia da atividade. Os materiais unitários para a jornada, como cartaz e manifesto, já estão prontos e serão apresentados na reunião.

A cartilha contra o ACE (Acordo Coletivo Especial) elaborada pela CSP-Conlutas, A CUT Pode Mais e a CNTA, também está pronta e será divulgada nesta data. Esse material dará subsídio para orientar os trabalhadores sobre o ataque que representa esse acordo.

O Jornal da CSP-Conlutas para Marcha em Brasília também está pronto, será divulgado neste dia e servirá para ser trabalhado com as bases.

A luta dos povos do campo contra o agronegócio será outro ponto discutido na Coordenação.

Ao final do dia, a reunião dará espaço para os grupos setoriais discutirem suas pautas específicas.

Entre os debates, o Setorial de Mulheres trará a preparação para o 8 de Março. Já o setorial de Negros e Negras irá fazer a divulgação da cartilha do Movimento Nacional Quilombo Raça e Classe, para ser trabalhada nas atividades que serão realizadas no dia 21 de março, Dia Internacional Contra o Racismo.

No domingo, último dia de coordenação, serão dados os informes das reuniões setoriais bem como apresentação das resoluções e moções para serem votadas pelo plenário.

A reunião da Coordenação será realizada no Hotel San Raphael, Largo do Arouche, n° 150 – Centro – (próximo ao metrô República) – São Paulo/SP.

Fonte: CSP-Conlutas.

363 View