29 de junho de 2016
Por: Comunicação


Audiência Pública Rio Doce

Sindicato presta apoio financeiro custeando um ônibus que trará atingidos pela tragédia para a Assembleia Legislativa

O Sinasefe Seção Ifes convida a todas e todos para que participem da audiência pública “Crime ambiental da Samarco e as consequências para o Rio Doce e os atingidos”. O evento será realizado na Assembleia Legislativa, na Enseada do Suá, em Vitória, nesta quarta-feira, 29, às 13 horas, quando a população atingida será ouvida sobre o desastre ambiental provocado pela Samarco/VALE/BHP.

Além do Fórum Capixaba de Entidades em Defesa da Bacia do Rio Doce e dos movimentos sociais, estarão presentes cerca de 120 atingidos pela tragédia, deputados estaduais, Ibama, Iema, Ministério Público Federal e Estadual, Defensoria Pública, e Samarco.

A servidora do Ifes Niciane Estavão Castro representa o Sinasefe no Fórum Capixaba e lembra que servidores do Ifes de Colatina e Linhares foram atingidos pela tragédia e tiveram dificuldade de acesso à água potável e sofreram impactos psicológicos. Ela salienta que não se pode esquecer que pessoas morreram, outras centenas ficaram sem suas casas, e outras milhares perderam a renda, o rio e a dignidade.

Para o Fórum Capixaba a ação de restituição de renda realizada pela empresa é insuficiente. Além disso, as entidades questionarão o acordo feito com os governos de Minas Gerais, Espírito Santo e com a União, que delegou à Samarco o comando de uma fundação onde poderá livremente pensar, organizar e distribuir toda assistência. Tudo isso foi definido sem que a população atingida fosse ouvida.

Mesmo em Vitória há o temor de consumir peixes, pois não param de surgir evidencias de que o litoral está comprometido por contaminações por metais pesados, como o arsênio, que podem causar doenças como câncer.

Ônibus

A assembleia geral da Seção Ifes, realizada no dia 23 de junho, aprovou o pagamento de um ônibus para transporte de atingidos que virão do norte do Estado para a audiência pública. O ônibus será custeado pelo Sindicato, pois a população diretamente atingida nas regiões pelas quais passa o Rio Doce, não tem condições financeiras para o deslocamento.

O ônibus sairá às 7 horas desta quarta-feira, 29, de Baixo Guandu, no norte do Estado, e passará por outras regiões atingidas embarcando moradores para, na sequência, seguir para Vitória.

360 View