7 de maio de 2012
Por: Haroldo Lima


Grupo agendou calendário de atividades para mobilizar servidores e sociedade para a Campanha

Em reunião realizada na última sexta-feira (4), na Ufes, coordenadores do Sinasefe, da Associação de Docentes da Ufes (Adufes), Sindicato dos Trabalhadores na Ufes (Sintufes) e Diretório Central dos Estudantes da Ufes (DCE) agendaram atividades de mobilização para a Campanha Salarial 2012, integradas ao calendário de lutas do SPF (Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Federais). Paralisações, caravanas e marchas serão realizadas no Estado, a fim de pressionar o governo quanto a pauta de reivindicação da categoria.

A reunião de sexta foi o primeiro esforço das entidades para a criação do Fórum Capixaba dos Servidores Federais. O fórum foi proposto durante o “Ato Unificado dos Servidores Federais Contra as Bananas do Governo”, realizado na Ufes, em 25/4, a partir da necessidade de integrar as ações sindicais de diversas categorias do serviço público para fortalecer a luta dos trabalhadores.

O grupo irá se reunir novamente no próximo dia 22, na sede da Adufes, às 16 horas. O objetivo da reunião é avaliar o andamento das negociações com o governo.

Conjuntura Nacional

No último dia 2, o Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais indicou a construção de uma greve geral do serviço público, com paralisação por tempo indeterminado a partir de 11 de junho, caso o governo não atenda à pauta unificada de reivindicação dos SPF.

A decisão é uma resposta dos servidores ao descaso do governo federal com a categoria, que segue há dois anos com os salários arrochados, sem recomposição inflacionária e muito menos aumento real. Além disso, os servidores vêm enfrentando a precarização das condições de trabalho e ataques aos direitos básicos, como a recente privatização da previdência, com a criação da Funpresp.

Confira abaixo a agenda definida pelo Fórum:

16 de maio – Proposta de reunião com a SRT/MP para reapresentação da pauta;

17 de maio – Dia nacional de lutas com manifestações nos estados;

30 de maio – Prazo para o governo atender as reivindicações;

05 de junho – Caravanas à Brasília e Plenária Nacional Unificada dos Servidores Públicos;

11 de junho – Data indicativa para a greve geral no setor público federal, caso não haja atendimento das reivindicações.

254 View