17 de outubro de 2012
Por: Haroldo Lima


Reitor mais uma vez faltou à reunião e não deu resposta aos servidores. Sindicato cobrou comprometimento e seriedade com as reivindicações.

Pela segunda vez seguida, o reitor Dênio Rabello não compareceu à reunião de negociação da pauta de reivindicações interna dos servidores do Ifes. A reunião da última segunda-feira, 15, havia sido agendada pelo reitor após ter perdido o primeiro encontro de negociação da pauta, marcado para 26 de setembro. Segundo Maria Aparecida, chefe de gabinete de Rabello, o reitor não compareceu à reunião, pois ficou preso em uma agenda prévia, na Secretaria de Patrimônio da União (SPU).

O reitor foi representado formalmente pelo Diretor de Desenvolvimento Institucional Tadeu Vago, pelo ouvidor José Maurício Rodrigues, pelos diretores Roberto Pereira Santos e Mauro Piazzarollo, dos campi Vila Velha e Linhares, que não apresentaram saídas para as reivindicações contidas na pauta interna, apesar de terem aval do reitor para responder às aos servidores.

Entretanto, para a surpresa do CGG e dos diretores do Sinasefe, os representantes da reitoria afirmaram não conhecer a pauta interna, protocolada pelo Sindicato em 27 de agosto, que requereu o início das negociações.

Antes de apresentar ponto a ponto a pauta interna ao Ifes, a coordenadora geral da Seção Ifes, Samanta Maciel, avaliou como preocupante a postura de reitoria, cobrou mais seriedade, compromisso e celeridade na negociação das reivindicações dos servidores.

“O sindicato tem feito todo esforço para discutir a pauta construída pelos servidores. Está havendo um descaso da reitoria com a pauta de reivindicação dos servidores a partir do momento que a gente vem para uma terceira reunião e a reitoria ainda não tem uma pré-discussão sobre os pontos de pauta e uma resposta. A postura da reitoria é um espelho do que a reitoria pensa sobre os servidores”, cobrou Maciel.

Na reunião, o Sindicato reafirmou o compromisso de manter a reposição dos TAE por tarefa e não por hora de trabalho, conforme indicação do Termo de Acordo nº 2, formulado pelos Ministérios do Planejamento e Gestão e da Educação, assinado por Sinasefe e Fasubra no final da greve deste ano. O Sindicato orienta aos TAE aguardarem o término das negociações para iniciarem a reposição.

A reitoria afirmou que aguarda uma resposta conclusiva dos ministérios para se posicionar.

TERMO DE ACORDO DA GREVE 2011 E OUTROS ENCAMINHAMENTOS

A assinatura e imediato cumprimento do Termo de Acordo firmado entre Sinasefe e Reitoria após a greve de 2011, em novembro, foram cobrados pela representação dos servidores. A reitoria se comprometeu a finalizar os relatórios dos Grupos de Trabalho Políticas de Gestão e Gestão de Pessoas no próximo 19/10. No dia 29/10 servidores e Ifes vão se reunir para construir o calendário de discussão dos relatórios dos GT nos campi, e a assinatura do termo vai acontecer no dia 31/10, em mais um encontro entre servidores e direção do Ifes.

Após os servidores apresentarem as reivindicações, a reitoria se comprometeu a analisar a pauta de interna e apresentar definições assim que terminar de analisá-la e receber respostas de Brasília sobre as reivindicações. A reitoria se sinalizou que na sexta-feira, 19, informará ao sindicato uma nova data para continuar as discussões da pauta interna.

CARTA DO 1º SEMINÁRIO SOBRE ENSINO DE HUMANIDADES

A Carta do 1º Seminário Sobre Ensino de Humanidades foi discutida na reunião de segunda-feira, 15. De acordo com os assessores do reitor, como ela não foi anexada à pauta interna, ela não foi considerada na última reunião.

O Sindicato protocolizou a Carta mais uma vez nesta quarta-feira, 17,para que ela possa ser incluída nas reivindicações internas dos servidores.

 

470 View