15 de agosto de 2018
Por: Comunicação


Dia do Basta teve o objetivo de denunciar nas ruas os ataques aos direitos trabalhistas e aos serviços públicos

20180813diabasta

Centenas de trabalhadores organizados nas seções sindicais do Sinasefe se mobilizaram na última sexta-feira (10/08). Convocado pelas centrais sindicais, o Dia do Basta teve o objetivo de denunciar nas ruas os ataques aos direitos trabalhistas e aos serviços públicos. No caso da categoria da Rede Federal de Ensino, a denúncia da BNCC e da Reforma do Ensino Médio foram recorrentes.

Giro pelo Brasil

Confira um resumo das informações divulgadas por dezenas de seções sindicais a respeito das atividades realizadas nas ruas e campi espalhados pelo Brasil. (Caso integre alguma seção sindical que se mobilizou e o relato não consta na matéria, envie pra Ascom [imprensa@sinasefe.org.br] e o informe será incorporado ao texto)

SP

Para dar um basta aos desmandos provocados pelo ilegítimo governo de Temer, o Sinasefe-SP somou forças com paralisações nos locais de trabalho e atos públicos. Confira algumas imagens do ato na Avenida Paulista.

AL

O Sintietfal repudiou os cortes na educação, a reforma da Previdência e a reforma do Ensino Médio. “O Brasil está sendo desmontado, é a educação que está sendo jogada no lixo, é a reforma do ensino médio que está impedindo que o filho do trabalhador tenha acesso a uma educação pública, gratuita, laica e de qualidade”, disse o diretor do Sintietfal, Ederson Matsumoto (Japa).

PA

Neste 10 de agosto, Dia Nacional de Mobilização, os diretores do Sinasefe IFPA, ETRB e CIABA, junto com professores e estudantes secundaristas da Rede Federal e Estadual do Pará, barraram a realização da audiência pública sobre a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) do Ensino Médio, em Belém. Vitória da educação pública, gratuita e de qualidade!

CE

Servidores e servidoras de diversos campi do IFCE participam do Dia do Basta! Em Fortaleza, a manifestação se concentrou na Praça da Bandeira e seguiu em caminhada pelo Centro. Contra o desmonte do Estado, a precarização da educação. Em defesa de direitos e dos investimentos sociais. Os trabalhadores e trabalhadoras do IFCE partiram do Campus Fortaleza, na Av. 13 de Maio, após assembleia geral da categoria, que aprovou a inclusão dos servidores dos campi Guaramiranga e Itapipoca à base de aliados do SINDSIFCE. De lá, a categoria tomou as ruas, se somando aos diversos movimentos, sindicatos, federações, grupos organizados e trabalhadores autônomos pelas ruas de Fortaleza, dando basta a Temer, ao desmonte do Estado, à negligência com a educação, à retirada de direitos.

RN

Diretoria e base do Sinasefe Natal se somaram às demais entidades sindicais e movimentos sociais no Ato Unificado do “Dia do Basta”, 10 de agosto. Com bandeiras, cartazes, batucadas e palavras de ordem, estudantes e trabalhadores protestaram contra a retirada de direitos, contra o desmonte da educação pública e contra o governo ilegítimo de Michel Temer. Antes do ato, os representantes das entidades presentes tiveram um momento de fala e, logo em seguida, foi realizado um esquenta com a apresentação do Grupo Coco de Rosa, que colocou os participantes para dançar com o ritmo típico do Nordeste.

SE

O Dia do Basta no Sinasefe Sergipe começou com panfletagem junto à comunidade acadêmica no IFS Aracaju e continuou à tarde, em manifestação junto com outros trabalhadores no Centro de Aracaju.

RS

Organizados no Sinasefe IFSul, servidores do campus Pelotas distribuíram, em frente a escola, uma edição especial do jornal “O Brasil Que Queremos/Rir Pra Não Chorar”. Além da conversar com a comunidade transeunte, os trabalhadores convidaram os presentes a participar das atividades do dia 10 de agosto, Dia Nacional de Mobilização e Paralisações. Servidores do campus Jaguarão (IF Sul) também realizaram atividades, conversaram com a comunidade e distribuíram panfletos no centro da cidade. Servidores da região metropolitana de Porto Alegre participaram dos atos realizados na capital.

Fonte: Sinasefe. 

67 View