1 de março de 2019
Por: Comunicação


Definição aconteceu em reunião com o reitor do Ifes solicitada pelo sindicato e é uma conquista para a categoria

Membros da coordenação do Sinasefe Seção Ifes, juntamente com a assessoria jurídica do sindicato, participaram de uma reunião de avaliação sobre o “controle de frequência” com o reitor do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes), Jadir Pela. O encontro foi na tarde dessa quarta-feira. 27.

Segundo o coordenador de pessoal do segmento docente do Sinasefe Seção Ifes, Thalismar Matias Gonçalves, que participou da reunião, ficou acordado com a direção do Ifes que o sindicato participará da comissão que discutirá as mudança no controle de frequência. O coordenador reforçou que a participação do sindicato na comissão é uma conquista para a categoria.

Congrats!
“Reforçamos junto à reitoria que o ponto, da maneira como querem implantá-lo, pode burocratizar a vida do servidor e influenciar diretamente no rendimento do seu trabalho. Essa mudança pode limitar a autonomia do exercício profissional do servidor”, destacou o coordenador. Gonçalves ainda destacou que a burocratização do sistema pode atingir diretamente os/as usuários/as dos institutos.

Faltou debate

O novo “ponto eletrônico” foi implementado nessa segunda-feira, 25, sem debate com a comunidade acadêmica.

“O instituto está seguindo as determinações do Ministério Público e de órgãos de fiscalização referentes à Instrução Normativa número 02 de 2018, mas nós do Sinasefe defendemos a suspensão dessa medida”, apontou o coordenador. Clique aqui e confira a normativa.

Reunião

Após tomar ciência sobre o início da mudança no ponto, o Sinasefe Seção Ifes enviou um ofício solicitando uma reunião com a reitoria, que foi realizada no dia 27 de fevereiro.

No documento o sindicato reforçou que a mudança no controle de frequência deve ser construída com a participação efetiva da categoria. Clique aqui e confira o ofício.

Clique aqui e confira mais informações sobre o assunto.

282 View