24 de abril de 2012
Por: Haroldo Lima


Share This Story !

Os servidores da Seção Ifes realizam nesta quarta-feira (25), um grande ato pela valorização do servidor federal e o cumprimento por parte do governo da pauta de reivindicação da Campanha Salarial Unificada. Ações de formação e mobilização nos campi do Instituto, com discussão de textos sobre a dinâmica do trabalho e realidade do servidor público também estão na pauta do dia. Em Brasília, coordenadores do Sinasefe Nacional encontram-se mais uma vez com representantes do Ministério do Planejamento para o GT Carreira.

As duas primeiras ações foram deliberadas pelos servidores na assembleia geral de 20/4, como forma de adesão ao Dia Nacional de Paralisação, proposto pelo Fórum Nacional das Entidades dos Servidores Federais.  Na assembleia, os servidores deliberaram pela participação no ato e realização de ações nos campi, mas sem paralisação das atividades. Em todo país, servidores federais vão parar as atividades por 24h em vigília ao GT Carreira e pressionar o governo a negociar a pauta de reivindicação.

“- A assembleia deliberou por atividades de formação e participação no ato unificado, e não por paralisação, como os outros servidores do país, por entender que este é um momento de conversar com a comunidade acadêmica e esclarecer o momento vivido pela educação e pelo servidor público”, esclarece Saulo Berilli, coordenador da Seção Ifes.

O Sinasefe convoca todos os servidores capixabas para participar das ações!

Ações nos campi vão pautar discussões sobre realidade dos servidores do Ifes e a dinâmica do mundo do trabalho

Durante todo o dia, os servidores vão organizar ações educativas  nos campi do Ifes para mobilizar a comunidade acadêmica para a pauta dos servidores federais, a realidade socioeconômica brasileira e as dinâmicas do mundo do trabalho. A mobilização foi pautada na última assembleia, como forma de articular  alunos e servidores para a Campanha Salarial Unificada e não deixar a data de mobilização nacional passar em branco.

O Sinasefe instruiu coordenadores locais e servidores a utilizarem a primeira aula de cada turma para realizar a atividade de mobilização por meio de textos e questões geradoras. Poemas de Bertold Brecht e Vinícius de Moraes, além de um boletim informativo do Sinasefe Nacional, vão ser usados para guiar os debates. Outros textos e metodologias também poderão ser utilizadas, a rigor dos servidors que propuserem a aula.

Clique aqui e confira os textos propostos para a dinâmica.

Texto I (V. de Moraes), II (B. Brecht) e III (B. Nacional).

Ato Unificado contra as “bananas” do governo

O Ato Unificado dos Servidores Federais Contra as Bananas do Governo vai juntar os trabalhadores do Ifes aos técnicos administrativos e docentes da Ufes, aos trabalhadores da Previdência, do INSS e da Saúde para denunciar o descaso com a educação pública e cobrar do governo que negocie a pauta de reivindicação dos servidores federais.

Os servidores vão se concentrar em frente ao Teatro Universitário da Ufes, no Campus Goiabeiras, Vitória, para mobilizar a comunidade universitário para a Campanha Salarial Unificada e questionar o Governo as seguidas “bananas”dadas os servidores nas últimas mesas de negociação.

“O governo evita negociar com as entidades e quando negocia nega as reivindicações dos servidores federais. Estamos aqui para questionar essa postura, que nega tudo aos servidores e à educação, mas injeta bilhões em bancos para pagar juros”, afirma Maria Izabel Costa, coordenadora da Seção Ifes. Além do Sinasefe, compõem a organização do movimento o Sintufes, a Adufes, o Sindsaudeprev e o DCE Ufes.

Os estudantes da Universidade, por meio do Diretório Central dos Estudantes (DCE), reconhecem que a política do governo também compromete o ensino federal e, por isso, apoiam e participam do ato junto às entidades.

GT Carreira: Sinasefe participa de mais uma reunião no dia 25/4

A direção nacional do Sinasefe participa de mais uma reunião do GT Carreira nesta quarta. É a terceira reunião do Sinasefe e entidades dos servidores federais da educação com representantes do Governo Federal. Nas últimas reuniões, realizadas em 13 e 19/4, o Sinasefe e o Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (ANDES-SN), insistiram na criação de uma carreira única para os docentes federais, reivindicação negada de forma veemente pelo governo.

Leia mais sobre o GT Carreira.

Com informações da Adufes.

395 View