9 de dezembro de 2019
Por: Comunicação


Partidos, sindicatos, movimentos sociais e organizações da sociedade civil estão engajados na campanha em defesa da soberania nacional sob o mote “A riqueza do Brasil não se entrega!” Confira!

O projeto do governo Bolsonaro é o da privatização de empresas estratégicas para o desenvolvimento nacional e de entrega de riquezas naturais. Por isso, partidos, sindicatos, movimentos sociais e organizações da sociedade civil estão engajados na campanha em defesa da soberania nacional sob o mote “A riqueza do Brasil não se entrega!”. O material foi produzido pelo Comitê Popular em Defesa da Soberania Nacional, espaço que o SINASEFE deliberou participação durante a 161ª PLENA.

Manifesto

“O Brasil que desejamos é muito maior do que este que está sendo destruído pelo governo ultraliberal e autoritário, submisso ao sistema financeiro nacional e internacional. Convocamos todos os brasileiros e brasileiras, quaisquer que sejam suas preferências políticas e partidárias, a se unir em defesa da soberania nacional ameaçada. Neste momento dramático da vida nacional é necessária a unidade de todas as forças democráticas, movimentos populares e organizações da sociedade civil para enfrentar os vendilhões da Pátria, os destruidores de direitos e os inimigos da democracia.
Mais uma vez, serão as forças sociais comprometidas com a democracia que mobilizarão a energia cívica necessária para retirar nossa pátria da humilhação e da vergonha e por novamente o Brasil de pé para construirmos nosso destino como nação!”
Leia o Manifesto de lançamento completo

O que você pode fazer?

Nas primeiras semanas de dezembro o Comitê quer dar visibilidade para esse tema e para os materiais dessa campanha. Por isso, pede a todos que puderem que postem os materiais da campanha em suas redes e que realizem atividades locais de divulgação da campanha e diálogo com a população sobre os riscos que corre a soberania nacional do Brasil.

A Campanha em Defesa da Soberania continua em 2020 buscando unir os trabalhadores do serviço público, das empresas estatais e as organizações do povo brasileiro na luta em defesa das estatais, do nosso território e das nossas riquezas naturais.

Fonte: Sinasefe.

135 View