14 de outubro de 2022
Por: Comunicação


Share This Story !

Mobilização é para derrotar o bolsonarismo. Sindicato enviou ofícios ao Ifes e à Ufes sobre a paralisação. Confira!

Nesta sexta-feira, 14, o Sinasefe Ifes realizou uma assembleia geral que aprovou uma paralisação de 24 horas no dia 18 de outubro. Nesta data, será realizado um ato puxado por entidades sindicais, movimentos estudantis, entre outras organizações, que terá como tema “Eleger Lula e Casagrande para derrotar o bolsonarismo”. Após a assembleia, o sindicato enviou ofícios ao Ifes e à Ufes.

Na reunião, a base também aprovou o voto em Casagrande no segundo turno e a participação nas atividades de mobilização. O voto em Lula já havia sido aprovado pela base do sindicato em assembleia geral em julho, seguindo o posicionamento referendado no 34º CONSINASEFE. Clique aqui e saiba mais (https://www.sinasefeifes.org.br/em-assembleia-geral-categoria-decide-apoiar-a-candidatura-de-lula-a-presidencia-da-republica-com-o-objetivo-de-derrotar-jair-bolsonaro-e-o-bolsonarismo/)

O movimento do dia 18, no Espírito Santo, é pelo voto em Lula 13 e Casagrande 40 para derrotar Bolsonaro e o bolsonarismo, e está sendo puxado por entidades como Adufes e o Sintufes e os segmentos estudantis da Ufes (DCE) e do Ifes (Ifes Movimento Estudantil).

“Nós não somos massa de manobra no meio da rua. Nós temos que nos organizar por meio das entidades, porque é isso que dá solidez ao movimento”, destacou o diretor Reginaldo Flexa, que conduziu a assembleia, sobre a importância de integrar o movimento das entidades.

Dinâmica do ato do dia 18
No dia 18, serão dois locais de concentração da manifestação em Vitória: na Praça de Jucutuquara (no bairro de mesmo nome) e no Teatro da Ufes, em Goiabeiras, a partir das 16h30. Os atos se encontrarão em frente ao Shopping Boulevard, na Avenida Desembargador Santos Neves, e seguirão em direção à Assembleia Legislativa. Caravanas do interior somarão forças ao ato da capital.

Também serão realizadas atividades em outros Estados. Nacionalmente, o SINASEFE aponta que a luta é em defesa da Educação Pública e para denunciar o confisco de verbas e juntar vozes pela eleição de Lula e fim do (des)governo Bolsonaro.

Após a assembleia, o Sinasefe Ifes enviou ofícios à Reitoria do Ifes e da Ufes (em relação à base do sindicato que atua na Criarte) sobre a paralisação de 24 horas no dia 18 de outubro. Confira os ofícios:

Ofício nº 179/2022 enviado ao Ifes. 

Ofício nº 180/2022 enviado à Ufes. 

14º ESCIME
A Assembleia geral do Sinasefe Ifes também aprovou os nomes de Cristina Mota Damasceno e Antônio Luiz Santana para participarem do 14º Encontro dos Servidores Civis das Instituições de Ensino Vinculadas ao Ministério da Defesa (ESCIME), que ocorrerá de 25 a 27 de novembro, em Fortaleza-CE.

Some forças à luta! Participe das atividades!

263 View