7 de fevereiro de 2019
Por: Comunicação


Encontro será de 15 a 17 de fevereiro, em Brasília

sinasefe_ifes_assembleia_dia_6_fevereiro (7)

Nessa quarta-feira, 6, a categoria do Sinasefe Seção Ifes escolheu o representante da base para a 157ª Plenária Nacional do Sinasefe, que será realizada de 15 a 17 de fevereiro, em Brasília. A escolha foi feita em assembleia geral, realizada na sede do sindicato, em Vitória.

Os/as presentes elegeram o sindicalizado Adeilton Castão Pereira como delegado. Foi definido ainda que o servidor Ítalo Severo também participará da Plenária como observador Clique aqui e confira a programação da plenária nacional.

Para a plenária nacional, a categoria também aprovou encaminhamentos para os Grupo de Trabalho (GTs). E entre eles estão as prioridades da luta do serviço público federal e os desafios para a construção e o fortalecimento da unidade, para o enfrentamento aos ataques ao serviço público.

sinasefe_ifes_assembleia_dia_6_fevereiro (6)

A direção do Sinasefe Ifes destacou que organizar e fortalecer a luta contra os retrocessos e a precarização do ensino público é fundamental na atual conjuntura de ataques ao serviço público. “Precisamos construir a resistência para enfrentar os desmontes e os ataques do governo federal e de outros grupos, como o escola sem partido, a reforma da previdência, o corte de recursos”, apontou.

Revitalização

A direção do sindicato reforçou que os debates dos grupos de trabalho (GTs) do Sinasefe Seção Ifes serão revitalizados.

“São essas reuniões que animam e dão força ao sindicato. E para fazer parte dos grupos, os servidores devem comparecer às assembleias para realizar a adesão. Um dos grupos que será revitalizado é o de aposentados”, destacou.

sinasefe_ifes_assembleia_dia_6_fevereiro (5)

Rad e ponto eletrônico

A minuta sobre a Regulamentação da Atividade Docente (Rad) também foi ponto de debate na assembleia.

O coordenador de pessoal (segmento docente) do Sinasefe Seção Ifes, Thalismar Matias Gonçalves, ressaltou que a categoria tem debatido a questão em grupos de WhatssApp e pelos canais de comunicação do Sinasefe Seção Ifes.

“Precisamos construir coletivamente o texto de orientação sobre a Rad. E, a partir da posição do sindicato e dos trabalhadores, construir uma minuta para melhor orientar o regulamento”, apontou o coordenador.

Na reunião, a diretoria do Sinasefe Ifes chamou a atenção dos presentes para a nova forma de controle de frequência dos funcionários do instituto, sejam docentes ou técnicos.

sinasefe_ifes_assembleia_dia_6_fevereiro (3)

Segundo a diretoria, há pressão por parte do Ministério Público (MP) para que as mudanças sejam realizadas no Ifes. “O sindicato ainda não foi convidado para debater essa questão. Os servidores precisam ser ouvidos sobre a melhor forma de implantar esse novo sistema”, cobrou a direção do Sinasefe Ifes.

Sobre esse ponto, a assembleia aprovou que o sindicato protocole um ofício junto à reitoria para que o assunto seja discutido transparentemente com o Sinasefe e a categoria.

Conjuntura

A análise do cenário político nacional e internacional ficou por conta do representante da CSP-Conlutas (central sindical à qual o Sinasefe Ifes é filiado) Filipe Skiter.

sinasefe_ifes_assembleia_dia_6_fevereiro (2)

Ele destacou que o governo eleito já é uma realidade, mas que as promessas de campanha, aos poucos, vão caindo. “O novo presidente será obrigado a negociar com o Congresso para passar a reforma da previdência, e não será fácil”, ressaltou Filipe.

As manifestações na França, realizada pelos “Coletes Amarelos”, o impasse na Venezuela e o seu impacto migratório e os desgastes do governo com os escândalos relacionados ao senador Flávio Bolsonaro também foram destaques na fala do representante da CSP-Conlutas.

51325654_328885704395756_7407570811701166080_o

Skiter ainda destacou o crime ambiental em Brumadinho (MG) com o rompimento da barragem de rejeitos da empresa Vale. Segundo ele, o fato já é o acidente de trabalho mais grave da história do Brasil. Ele convocou a categoria para participar de uma vigília em memória às vítimas, nesta sexta-feira, 8, às 19 horas, na portaria da Vale, no bairro de Jardim Camburi.

“Não podemos permitir que o lucro fique acima da vida dos trabalhadores. Famílias foram destruídas em nome do capital”, denunciou Filipe.

Clique aqui e saiba mais sobre a vigília.

CIS

A coordenadora geral do Sinasefe Ifes Lúcia informou que o sindicato está cobrando a reitoria para promover as eleições da Comissão Interna de Supervisão (CIS). E também que ocorrerão duas assembleias específicas: uma para a alteração do regimento interno e a outra de prestação de contas.

Reforma

Lúcia informou também que a diretoria está realizando reformas no prédio do Sinasefe Ifes, para atender a categoria com mais conforto.

348 View