22 de fevereiro de 2021
Por: Comunicação


Share This Story !

Manifestação recebeu apoio de outros motoristas e de pessoas que ouviam os discursos e observavam os carros passando

O Sinasefe Seção Ifes participou na manhã neste domingo, 21, da carreata por Vacinação Gratuita para Todos, contra a Reforma Administrativa e pelo Inpeachment Já. A manifestação se concentrou no Tancredão, próximo ao Sambão do Povo, em Vitória, e seguiu pelo Centro Histórico, avenidas Getúlio Vargas, Princesa Isabel, Vitória, Maruípe, Leitão da Silva, e Nossa Senhora dos Navegantes, até a Praça do Papa, na Enseada do Suá, passando por vários bairros populares da Capital.

Durante o trajeto, o movimento recebeu apoio de muitas pessoas que ouviam os discursos feitos no trio elétrico e viam as faixas e adesivos nos carros. O coordenador-geral do Sinasefe Seção Ifes Thalismar Matias Gonçalves esteve na ação, assim como os docentes Cezar Laurence Barros (campus Vila Velha) e Adolfo Oleari (campus Vitória).

Thalismar Matias Gonçalves avaliou a ação como positiva, uma vez que houve uma oportunidade de diálogo com moradores da Grande Vitória sobre as pautas urgentes do momento, como os efeitos nocivos da Reforma Administrativa (PEC 32/2020). Ele salientou que ficou demonstrada a capacidade das entidades se articularem para colocar na rua carros suficientes para ocupar quase toda a extensão da avenida Leitão da Silva numa manhã de domingo ensolarada.

“Essa reforma Administrativa não vem para sanear o estado ou combater privilégios. Ao contrário, quando ela ataca a estabilidade do servidor público, ela dá margem para politicagem, rachadinhas, para servidores que não são autônomos em suas ações. Sabemos que o resultado será a redução do atendimento para quem precisa de saúde pública, educação pública, segurança pública. Em um contexto de pandemia isso é ainda mais grave e a população não vai aceitar. Vamos fazer pressão sobre o ministro Paulo Guedes e sua agenda contra o povo”, disse.

Vacinação

A bandeira da vacinação gratuita para todas e todos também foi levantada na carreata e Thalismar Matias Gonçalves frisou que a imunização está lenta e já parando em diversos lugares por incompetência, negligência, e negacionismo do Governo Federal. “E também pela desorganização completa do Ministério da Saúde. Somos um dos países com menor cobertura vacinal contra a Covid-19. Isso dificulta o avanço das atividades das pessoas e da economia”, explicou.

A somatória dos resultados das ações do Governo Federal, muitas delas apontadas na manifestação, leva à terceira pauta da carreata: o “Impeachment Já” para Bolsonaro e Mourão. Os manifestantes entendem que o presidente estimulou aglomerações, difundiu fake news e teorias da conspiração e impactou negativamente o combate à pandemia, sendo responsável pelas mais de 246 mil mortes pela Covid-19 no Brasil. “Isso tudo configura crime de responsabilidade do presidente da República. Sem contar as denúncias de corrupção contra ele e seus filhos que são muitas”, concluiu o coordenador-geral Thalismar Matias Gonçalves.

A carreata foi organizada por diversos sindicatos e outros movimentos sociais que integram o Movimento em Defesa de Direitos e de Serviços Públicos de Qualidade e o Fórum Capixaba em Defesa da Vida das Trabalhadoras e dos Trabalhadores.

191 View