3 de dezembro de 2021
Por: Comunicação


Share This Story !

Sindicato defendeu a nota sobre as novas diretrizes e reforçou que ficará atento aos trâmites. Confira

Nessa quinta-feira, 2, o Sinasefe Ifes se reuniu com a Pró-reitoria de Ensino (Proen) do Ifes para tratar da minuta das Novas Diretrizes do Ensino Técnico. O sindicato reforçou, entre outros, o posicionamento de ser contra a perspectiva de incluir elementos da reforma do ensino médio no documento e rechaçou a oferta do ensino médio integrado ao ensino técnico na modalidade de Educação a Distância (EaD).

No encontro, o sindicato destacou a importância de fortalecer, nas novas diretrizes, as disciplinas, em especial, as de ciências humanas, bem como a obrigatoriedade da Educação das Relações Étnico-raciais, que, inicialmente, está sendo proposta de forma transversal.

O Sinasefe Ifes também rechaçou a proposta de oferta do ensino médio técnico na modalidade de Educação a Distância (Ead) e reforçou o ensino presencial. Em resposta, a Proen se comprometeu a não pautar a questão, e que concorda com a oferta do ensino presencial.

Na reunião, a direção do Sinasefe Ifes também reforçou o posicionamento da nota produzida pelo sindicato sobre a minuta. O documento foi divulgado no dia 3 de novembro, que destaca, entre outros pontos, a necessidade de seguir a posição do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif), que defende a autonormatização da Rede Federal como resistência ao novo ensino médio. Clique aqui e confira a nota.

“Avaliamos a reunião como produtiva. Em vários pontos chegamos a posicionamentos convergentes em relação à defesa do Ensino Médio Integrado. No entanto, pautamos a necessidade dessas convergências estejam explícitas no texto”, destacou a direção do Sinasefe Ifes sobre o encontro.

O sindicato também reforça que estará atento aos trâmites das discussões sobre as Novas Diretrizes do Ensino Técnico e buscará formas de dialogar com os representantes da Câmara do Ensino Técnico e defender o posicionamento.

Participaram da reunião a diretora Patricia Andrade e o diretor Thalismar Gonçalves. Pela base, participou o professor Fábio Boscaglia. O servidor do campus de Alegre Arlindo Rodrigues Picoli também esteve presente. Boscaglia e Picoli compõem a Comissão de Professores de Filosofia e Sociologia do Ifes.

O encontro com a Proen foi aprovado pela base do sindicato em assembleia geral realizada no dia 15 de outubro. Clique aqui e confira.

Trâmites
O Sinasefe Ifes ficará atento e participará das discussões das diretrizes. A perspectiva é que nos meses de janeiro e fevereiro, a Proen realizará a sistematização das contribuições de cada campus e, a partir do final de fevereiro ou início de março, a minuta passará pela Câmara do Ensino Técnico, em seguida, pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Pós-Graduação e Extensão (Cepe), após, pelo Colégio de Dirigentes e, por fim, será analisada pelo Conselho Superior, a instância máxima do Instituto.

119 View