29 de junho de 2022
Por: Comunicação


Share This Story !

Lançamento será no dia 8 de julho, às 17h30, no Teatro do Ifes campus de Vitória. O uso de máscara é obrigatório

Luta presente! Com o documentário “Educação não é mercadoria!”, o Sinasefe Ifes resgatará a memória da primeira greve das/os servidoras/es do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes), ocorrida no segundo semestre de 2011. O filme, dirigido pelo documentarista Ricardo Sá, será lançado no dia 8 de julho, às 17h30, no Teatro do Ifes campus de Vitória, em Jucutuquara. Para participar da atividade, é obrigatório o uso de máscara.

Importante: Para entrar no Ifes, será necessário o cadastro/apresentação de documento de identidade na portaria. O acesso ao Instituto está liberado pela entrada de visitantes (pedestres), na Avenida Vitória.

Assista ao trailer:

A greve de 2011, considerada o maior movimento da base do Sinasefe Ifes, mobilizou servidoras/es e estudantes e alcançou todos os campi do Ifes. Naquele momento, a Rede Federal vivia um processo de expansão, processo que esteve em disputa nos embates da longa paralisação. O eixo central das pautas local e nacional incluía: perdas salariais e discrepâncias na carreira, condições de trabalho e democratização da gestão. 

Produzido pelo Sinasefe Ifes e dirigido pelo documentarista Ricardo Sá, o filme, em seus 36 minutos, põe em ação a memória crítica de servidoras/es que participaram do comando de greve e da diretoria do Sinasefe Ifes à época, além de estudantes e do advogado trabalhista André Moreira, responsável pela defesa de oito grevistas em um processo administrativo disciplinar nitidamente motivado pela perseguição política a lideranças do movimento.

Com exceção de Daniel Campos Pompermayer e André Moreira, no documentário são entrevistadas pessoas que integraram o comando de greve em 2011 e/ou as diretorias do Sinasefe Ifes, entre os anos de 2010 e 2016.

Além dos depoimentos, a estrutura narrativa do filme utiliza imagens de arquivo como fotografias e filmagens, cedidas por servidoras/es e instituições, e materiais impressos pertencentes ao acervo do sindicato, como jornais e cartazes.

Comissão e empresa

Para a elaboração do filme “Educação não é mercadoria”, o Sinasefe Ifes constituiu uma comissão, que atuou junto ao diretor Ricardo Sá. Participaram  do grupo: Thalismar Gonçalves, Adolfo Miranda Oleare, Hudson Cássio Gomes de Oliveira e Tiago de Araujo Camillo. 

A comissão, em parceria com o diretor, elaborou um roteiro reconstituindo o passo a passo da greve, suas motivações, o contexto da época, as consequências e o legado da greve para o movimento paredista e para o próprio Ifes.

A escolha do documentarista Ricardo Sá ocorreu por meio de uma seleção de contratação pública, e a empresa Interferências, de propriedade de Ricardo, foi a vencedora. Foram 9 meses de trabalho. 

Participaram das entrevistas:  

ADOLFO MIRANDA OLEARE

professor IFES campus Vitória

DANIEL CAMPOS POMPERMAYER

ex-aluno IFES campus Vitória

REGINALDO FLEXA NUNES

professor IFES campus Vitória

CYNTHIA KRÜGER QUININO M. LAURINDO 

psicóloga IFES campus Serra

ANTELMO DA SILVA JUNIOR

professor IFES campus Vitória

MAXWELL E. MONTEIRO

professor IFES campus Serra

JORGE EDUARDO MARTINS CASSANI 

professor IFES campus Vitória

WEVERTON SACRAMENTO

professor IFES campus Nova Venécia

HUDSON CÁSSIO GOMES DE OLIVEIRA 

professor IFES campus Piúma

JOSÉ MARCOS STELZER ENTRINGER

professor IFES campus Vitória 

SAMANTA LOPES MACIEL 

pedagoga IFES campus São Mateus 

ANDRÉ MOREIRA 

advogado 

GUTENBERG DE ALMEIDA NASCIMENTO

professor IFES campus Vitória

ERNESTO CHARPINEL BORGES 

professor IFES campus Vila Velha

TIAGO DE ARAUJO CAMILLO

professor IFES campus Vitória

 

Ficha técnica:

A equipe técnica foi formada pelos seguintes profissionais:

roteiro, edição e direção 

RICARDO SÁ

produção, arte e pesquisa

MONICA NITZ

imagens 

BENEVIDES CORREIA

som direto

HENRIQUE GAUDIO

animação de fotografias 

FELIPE CAPIXABA

edição de som e mixagem

CONSTANTINO BUTERI

 

A estrutura narrativa do filme, além de se apoiar em depoimentos dos grevistas, também fez uso de imagens de arquivo como fotografias e filmagens, cedidas por servidoras/es e instituições:  

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DO IFES CAMPUS VITÓRIA – REITORIA

MARIA IZABEL COSTA DA SILVA 

VINICIUS LORDES DIAS 

ARAMIS CORTES

SINTUFES

ADUFES

SINASEFE BAHIA 

FERNANDO DINIZ

ABÍLIO AZEVEDO

JORGE EDUARDO  M. CASSANI  

GG RANGEL

Também foram utilizados na edição materiais impressos pertencentes ao acervo do Sinasefe-Ifes, tais como jornais do sindicato e cartazes.

 

513 View