30 de setembro de 2020
Por: Comunicação


Share This Story !

Manifestação aconteceu nesta quarta-feira, 30, tendo como objetivo central alertar a população para os impactos da reforma na prestação dos serviços públicos

Na tarde desta quarta-feira, 30, o Sinasefe Ifes, junto com outras 36 entidades, sindicatos e associações participaram do ato do Dia Nacional de Luta pelos serviços públicos e contra a reforma administrativa de Bolsonaro e Guedes. A manifestação aconteceu na Praça Costa Pereira, no Centro de Vitória. 

O ato teve como objetivo central alertar a população de que, além de atingir os servidores públicos, a reforma administrativa (PEC 32/2020) vai prejudicar todos aqueles que dependem e utilizam os serviços públicos. Também foram desmentidas as falácias do discurso do Governo de que o serviço público é inchado, inoperante e ineficiente. A realidade é bem distante do discurso. 

“Esse ato é muito importante para dialogar com a população sobre as falácias impostas pela grande mídia para justificar a reforma administrativa, que na verdade é contra os direitos da população. Quando fala que o Estado está inchado, quando fala que tem muito servidor público, é uma mentira, basta comparar o número de servidores públicos do Brasil com outros países da OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico)”, pontuou Thalismar Gonçalves, coordenador de pessoal do Sinasefe Ifes, em intervenção durante o ato. 

Durante a manifestação foram seguidos os protocolos de segurança, sendo mantido o distanciamento físico entre os participantes e o uso obrigatório de máscaras, que também foram distribuídas no local. Além disso, os participantes tiveram acesso a álcool em gel para higienizar as mãos. 

“Essa reforma administrativa vai prejudicar a todos. O aposentado não está ileso. não está fora. A categoria toda vai ser prejudicada. Ninguém vai ser poupado. Vai ter impacto na estabilidade. Não podemos pensar só em nós, que já  estamos no serviço público, mas para os que vêm aí. Temos que defender o nosso emprego. A estabilidade não é de graça”, ressaltou a coordenadora geral do Sinasefe Ifes, Lúcia Helena Pazzini. 

As entidades presentes no encontro também divulgaram uma carta contra a reforma administrativa. 

Clique aqui e confira a nota.

Confira as fotos do encontro:

143 View