14 de julho de 2022
Por: Comunicação


Share This Story !

Discussão ocorreu após o lançamento do filme, no Teatro do Ifes campus Vitória. Assista

Um debate realizado no Teatro do Ifes campus Vitória discutiu o documentário produzido pelo Sinasefe Ifes “Educação não é mercadoria”, que resgata a memória da greve da categoria de 2011. As discussões ocorreram após a exibição de lançamento do filme, realizada no dia 8 de julho, e apontaram para o legado que o movimento deixou para as gerações futuras. Clique aqui e saiba mais sobre o filme. 

Representantes de movimentos sociais, sindicais, estudantes e servidoras/es do instituto participaram do lançamento do filme. Após a exibição, foi montada uma mesa de debate para discutir a construção do documentário e a greve em si e, em seguida, o professor de filosofia da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) Maurício Abdalla realizou uma análise de conjuntura. Por fim, foi aberto espaço para manifestações.

A mesa de debate contou com a participação do ex-diretor do Sinasefe Ifes Gutenberg de Almeida, que participou do movimento de 2011; do advogado trabalhista André Moreira, responsável pela defesa de 8 servidoras/es em um processo administrativo, nitidamente motivado pela perseguição política a lideranças do movimento; e do diretor do filme, Ricardo Sá. O coordenador-geral do Sinasefe Ifes Thalismar Gonçalves mediou as discussões.

Assista ao debate:

Documentário pelos campi

O documentário “Educação não é mercadoria” também será exibido pelos campi do Ifes a partir deste segundo semestre de 2022. Inicialmente, a expectativa é que ele seja apresentado nos campi de Cachoeiro de Itapemirim, Linhares, São Mateus, Colatina e Nova Venécia, podendo também alcançar outras unidades de ensino.

Após essa rodada pelos campi, o filme será disponibilizado no canal do YouTube do sindicato. Fique atento e acompanhe!

Assista ao trailer:

 

Confira as fotos do lançamento:

 

421 View