11 de junho de 2019
Por: Comunicação


Em audiência pública, na Ufes, o sindicato convocou a população para realizar o enfrentamento aos ataques do governo Bolsonaro nesta sexta-feira, 14

O Sinasefe Seção Ifes participou de uma audiência pública, nessa segunda-feira, 10, no Teatro da Ufes, que debateu sobre os impactos do corte no orçamento da Educação.

A reunião contou com a presença de estudantes, servidores públicos, representantes de entidades sindicais, de centrais sindicais, do Ministério Público Federal (MPF) e com as presenças dos reitores do Ifes e da Ufes.

Em defesa de uma educação gratuita e de qualidade, os/as presentes criticaram duramente o projeto de sucateamento das instituições públicas.

Além da estrutura física para as aulas e os materiais necessários, foi pontuado que o corte atingirá principalmente o público que mais necessita do suporte das universidades e dos institutos federais brasileiros.

O coordenador de pessoal/segmento docente do Sinasefe Seção Ifes, Thalismar Matias Gonçalves, reforçou que as universidades serviam apenas às elites. Mas que com uma maior democratização dos espaços públicos de ensino esse quadro tem mudado.

“O Sinasefe Seção Ifes repudia os cortes na Educação. As questões que foram colocadas sobre a expansão da rede federal, junto com a política pública de cotas, que inseriram pessoas historicamente excluídas, têm transformado a vida. E ao mesmo tempo ajudamos a combater problemas estruturais, como a desigualdade social e regional no Brasil”, disse o coordenador.

Privatização

Ele ainda destacou que o desmonte da Educação interessa aos grandes grupos privados. “Essa lógica mercantil é insuficiente para alcançar socialmente e geograficamente toda a população do Espírito Santo e promover políticas de inclusão e desenvolvimento econômico”, pontuou Thalismar.

14 de Junho – Greve Geral!

O diretor também reforçou a força dos movimentos sociais, em especial dos estudantes, nos atos e manifestações dos dias 15 e 30 de maio.

Clique aqui e saiba mais sobre o dia 15 de maio.

Clique aqui e saiba mais sobre o dia 30 de maio.

E garantiu que nesta sexta-feira, “14 de junho – Greve Geral”, o sindicato estará nas ruas contra os cortes na Educação e em defesa da aposentadoria. “O Sinasefe Ifes acredita que defender educação e aposentadoria se articulam como defesa dos direitos sociais”, concluiu.


206 View