15 de junho de 2022
Por: Comunicação


Share This Story !

Sindicato segue em defesa da educação pública e da realização de concurso público na unidade de ensino

A diretoria do Sinasefe Ifes manifesta repúdio à ação da Coordenação do Centro de Educação Infantil da Ufes, que tenta contratar docentes terceirizadas/os para atuarem no Centro de Educação Infantil Criarte da Ufes. O sindicato defende a realização de concurso público para preenchimento das vagas.

O Sinasefe Ifes reconhece que a falta de docentes é um processo que vem acontecendo há anos, inclusive são oferecidas poucas turmas, em decorrência da falta de profissionais. O sindicato entende que é um problema sistêmico e vem lutando pela realização de concurso público na Criarte.

As/Os professoras do centro de educação infantil fazem parte da base do Sinasefe Ifes, pois integram a carreira EBTT (professoras/es do ensino básico, técnico e tecnológico). O sindicato entende que a terceirização é uma forma de precarização dos profissionais, da educação, e ainda apresenta uma potencial ilegalidade, já que estão tentando terceirizar a atividade fim da escola, que é a educação, e reconhece ainda a importância do concurso público para todas as funções dentro da escola.

O Sinasefe Ifes destaca, ademais, que, a realização de concurso público, com as vagas em caráter de dedicação exclusiva, é primordial para o pleno funcionamento da unidade de ensino, que desenvolve atividades de ensino, pesquisa e extensão. A não realização de certames para preenchimento dos quadros ataca o caráter público, gratuito, de qualidade, laico e socialmente referenciado do CEI Criarte.

O Sinasefe Ifes se junta à Associação dos Docentes da Ufes (Adufes), ao Andes-SN, ao Núcleo de Educação Infantil (Nedi) do CE/Ufes no repúdio à contratação de professoras/es terceirizadas/os para atuarem na unidade de ensino.

Em defesa da educação pública, gratuita, laica, de qualidade e socialmente referenciada! Contra a terceirização! Concurso público já!

353 View