3 de julho de 2021
Por: Comunicação


Share This Story !

O Sinasefe Seção Ifes defende o diálogo entre a gestão e as categorias e ainda ações para a ampliação da democracia no Instituto. Apenas sete candidatos(as) responderam até o momento

O Sinasefe Seção Ifes enviou uma carta de princípios para todos(as) os(as) candidatos(as) que participam das eleições para reitor(a) e diretor(a)-geral dos campi do Ifes em todo o estado, e que farão a gestão do Instituto entre 2021 e 2025. O documento levou aos destinatários propostas para a construção de uma educação pública, gratuita e de qualidade, com uma pauta mínima de princípios que contribuem para o projeto político defendido pela entidade para o Instituto, formulada a partir do acúmulo histórico e recente do Sindicato em sua luta por direitos e pela democracia. A campanha eleitoral segue até segunda-feira, 5 de julho, e a votação será realizada na quinta-feira, 8 de julho.

Clique aqui e confira a íntegra da Carta.

Ainda há lacunas a serem preenchidas e questões a serem solucionadas na educação pública do Brasil, entretanto, a Constituição de 1988 estabeleceu um importante marco legal na garantia do direito à educação com avanços nas décadas que se seguiram. A carta do Sindicato lembra que, para isso, foram necessários embates muito caros e duros, mas que fazem parte do jogo político, no choque entre interesses privados e públicos, entre a necessidade de ampliar investimento e frequentes restrições orçamentárias, entre outros aspectos.

Ataques

A carta também registra um alerta. “Ocorre que a conjuntura atual é diferente de tudo o que vivemos até o presente momento em termos do que ela oferece como possibilidade de retrocesso. Diferente do período constitucional que vivemos até o ano de 2019, a disputa política atual ameaça inclusive os marcos estabelecidos na Constituição de 1988. A disputa política saiu dos trilhos de um debate de ideias e passou a ser incorporado por mentiras, ataque à autonomia das instituições e uma ofensiva deliberada e generalizada contra o serviço público por agentes do estado que deveriam defendê-lo. Nesse sentido, o direito à educação está sendo deliberadamente revisto, uma vez que o próprio governo diz abertamente que, sobretudo o ensino superior, não necessita ser garantido a todos(as)”.

Diante dessas e outras constatações, uma lista de princípios com 16 itens integra a documento elaborado pela representação sindical e que foi respondido por apenas sete candidatos(as) até o momento.

Diálogo

A partir da carta de princípios, a Direção do Sinasefe Ifes enfatiza que a entidade está compromissada com o processo das eleições por entender a importância do debate de ideias e de projetos para o Instituto. Por isso, inclusive, o sindicato apresentou críticas ao excesso de burocracia no processo eleitoral, além de apontar como o machismo institucional tem se expressado nessas eleições. As respostas recebidas pela entidade sindical tem em comum o compromisso de manter um canal de diálogo aberto entre a Instituição e a categoria por meio de sua representação sindical. Além disso, há diversos pontos de convergência e, na divergência, aparente interesse no debate por parte dos(as) candidatos(as).

O coordenador geral do Sinasefe Seção Ifes Thalismar Gonçalves destaca que esse documento demonstra o compromisso público da entidade na defesa da democracia e do diálogo com o Ifes.  “Por isso divulgamos a carta e enviamos aos(às) candidatos(as). Temos compromisso com a democracia no país e dentro da Instituição, assim como em toda a rede federal. Para isso, o diálogo com os(as) gestores(as) do Ifes é essencial. Nacionalmente, nos articulamos em defesa da educação pública de qualidade e certamente isso significa a defesa da rede federal”, explicou.

Confira abaixo os(as) candidatos(as) que responderam à Carta de Princípios do Sinasefe Seção Ifes:

CANDIDATO A REITOR

Milson Lopes de Oliveira – Campus Santa Teresa

CANDIDATO A DIRETOR-GERAL – CAMPUS BARRA DE SÃO FRANCISCO

Leonardo Siqueira

CANDIDATO A DIRETOR-GERAL – CAMPUS CACHOEIRO

Edson Maciel Peixoto

CANDIDATO A DIRETOR-GERAL – CAMPUS COLATINA

Octavio Cavalari Júnior

CANDIDATO A DIRETOR-GERAL – CAMPUS IBATIBA

Eglon Rhuan Salazar Guimarães

CANDIDATA A DIRETORA-GERAL – CAMPUS MONTANHA

Claudia da Cunha Monte Oliveira

CANDIDATO A DIRETOR-GERAL – CAMPUS VILA VELHA

Diemerson Saquetto

Clique aqui e confira a íntegra da Carta.

159 View