8 de novembro de 2012
Por: Haroldo Lima


Sindicato cobrou cronograma em reunião de negociação da pauta interna realizada no dia 29 de outubro.

O Sinasefe Seção Ifes e a reitoria organizaram na tarde da segunda-feira, 29 de outubro, um cronograma para discutir os relatórios com as discussões provenientes dos Grupos de Trabalho Política de Gestão Democrática e Política de Gestão de Pessoas. O cronograma de discussão dos relatórios dos GT nos campi foi cobrado pelo Comando Geral de Greve do Ifes (CGC) e pela coordenação do Sindicato em reunião de negociação da pauta interna realizada no dia 15 de outubro na reitoria.

No encontro, os servidores estruturaram uma metodologia para levar a síntese das discussões dos grupos de trabalho aos servidores do Ifes. “Desde o início, na assinatura do Termo de Acordo com a reitoria em novembro de 2011, defendemos que a melhor forma de concluir os GTs é discuti-lo com os servidores de todo Estado. A partir dos novos questionamentos que poderão surgir, concluiremos o relatório final que deverá ser entregue ao reitor do Ifes para providências”, conta Maria Izabel Costa.

Os Grupos de Trabalho pautaram, principalmente, os temas orçamento participativo, Estatuto do Ifes,conselho de gestão, eleição e composição do Conselho Superior, auxílio transporte, interiorização e processo de remoção.

Clique aqui para acessar o cronograma.

A reunião aconteceu no Campus Vilha Velha, com a participação de Roberto Pereira Santos, Coordenador do Grupo de Trabalho Políticas de Gestão, das relatoras dos dois GTs e Coordenadoras do Sindicato, Samanta Lopes Maciel (Gestão Democrática) e Maria Izabel Costa (Gestão de Pessoas).

“GT ATRASOU POR NEGLIGÊNCIA DA REITORIA”

De acordo com Maciel, os Grupos de Trabalho só foram retomados após muita insistência do Sinasefe. Desde o término da primeira etapa de discussão e sistematizações, em maio de 2012, o Sindicato aguarda uma resposta da reitoria a respeito dos relatórios dos GTs.

O Sinasefe não mediu esforços para otimizar o que estava sob sua responsabilidade. “Cumprimos os prazos e cobramos incessantemente. O GT atrasou por negligência da reitoria, que ignorou os pedidos de reunião e protelou a definição de cronograma para discussão nos campi”, afirma Maciel.

Desde que os servidores do Ifes começaram a discutir a pauta interna, o Sinasefe protocolou 7 documentos no Ifes requerendo atenção à discussão sobre a pauta interna ou reivindicações contidas nela. No entanto, somente após 14 meses após o primeiro documento protocolado, em agosto de 2011, a primeira reunião de negociação da pauta interna entrou na agenda da reitoria. Entretanto, apesar de agendar com os servidores, o reitor faltou os dois primeiros encontros agendados para discutir a questão.

480 View